Há dias assim

Há dias assim,

Invernos longos e frios

Arrastando a massa por dever.

Abrindo os olhos sem nada ver.
Há dias assim

Muitas páginas em branco para enfrentar,

Todos os santos à espera no altar.

Fugir para onde,

Para que lugar?
Há dias assim.

Tempo é tempo sem fim.

Escrever é chorar palavras,

Libertar as dores da cadeia.
Há dias assim.

Fim.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s